Item adicionado ao carrinho

Item removido do carrinho

 

Sindicato de Ladrões - SEMI-NOVO ORIGINAL

Comprando este produto você ganha 2,24 pontos de fidelidade
R$ 29,90
R$ 22,43
em até 3x de R$ 7,48 sem juros ou em até 12x de R$ 2,53 no cartão ou R$ 21,31 à vista com 5% desconto
Esse produto encontra-se indisponível.Deixe seu contato que avisaremos quando chegar.
Avise-me quando disponível
  • Calcular frete
  • Indicar este produto
  • Deixar um comentário
DVD SEMI NOVO REVISADO

Johnny Friendly (Lee J. Cobb) é um gângster que atua nas docas de Noa Yorl. Ele é também o chefe do sindicato, sendo assessorado por Charley Malloy (Rod Steiger), um vil advogado. Os dois usam um ex-boxeador, Terry Malloy (Marlon Brando), que é irmão de Charley, para atrair Joey Doyle (John F. Hamilton) até o telhado, onde dois capangas de Friendly o empurram para a morte. O motivo do assassinato era que assim ele nada falaria para a comissão do crime, ou seja, era um delator, e para aqueles que controlavam o sindicato merecia morrer. Terry atraiu Joey com uma certa dose de inocência, pois acreditava que os capangas iam só dar uma "prensa" nele. Edie Doyle (Eva Marie Saint), a irmã do homem assassinado, demonstra toda a sua revolta quando o padre Barry (Karl Malden) dava os últimos sacramentos para Joey. No dia seguinte Glover (Leif Erickson) e Gillette (Martin Balsam), dois membros da comissão que investiga o crime nas docas, quer interrogar Terry, mas ele diz que não tem informação para lhes dar. Logo Terry conhece Edie e começa a se sentir responsável pela morte de Joey. O padre Barry cede os fundos da igreja para os portuários se reunirem com segurança e para ver o que está acontecendo. Charley diz a Terry para que vá à reunião e lá o padre pergunta quem matou Joey Doyle. O medo faz todos silenciarem. Não tendo conseguido nada e estando prestes a encerrar a reunião, os capangas de Johnny começam a quebrar os vidros da igreja. Os poucos que tiveram coragem de ir eram atingidos por golpes de canos ou tacos de beisebol, quando saiam da igreja. Barry jura para "Kayo" Dugan (Pat Henning), um dos portuários com maior representatividade, que não irá se intimidar com tal agressão. Paralelamente nada acontece com Edie, que foi retirada da igreja por Terry. Os dois conversaram, mas o pai dela odiou saber que sua filha estava com o irmão de Charley. Ele está ansioso para que sua filha volte para o colégio, mas ela diz que não partirá até a morte do irmão ser esclarecida. Edie reencontra Terry e, apesar de ter várias coisas nele que a desagradem, há algo que não consegue definir. Porém algo deixa a situação muito tensa, pois Dugan coopera com a comissão mas, enquanto trabalhava, um engradado "acidentalmente" cai em cima dele, matando-o.


Título Original On the Waterfront
Ano de Produção 1954
Ano de Lançamento Não
Audio Mono
Classificação Indicativa 14 Anos
Cor Colorido
Elenco Eva Marie Saint, Karl Malden, Lee J. Cobb, Leif Erickson, Marlon Brando, Pat Henning, Rod Steiger
Direção Elia Kazan
Roteiro Budd Schulberg
Produtor Sam Spiegel
Direção de Arte Richard Day
Fotografia Boris Kaufman
Duração 108 minutos
Extras Making of/Galeria de fotos/Entrevista com Elia Kacan/Comentários em áudio do crítico e dramaturgo Richard Schickel e JeffYoung, biógrafo deElia Kacan.
Formato de tela Fullscreen
Gêneros Drama
Idioma Francês, Inglês
Legendas Entre outras, Espanhol, Inglês, Português
País Estados Unidos
Tecnologia
iSET - Plataforma de E-commerce para criar loja virtual
Plataforma de E-commerce para criar loja virtual